3 anos sem Solução

Notícias 25 de Jan de 2022 EN ES

          Saudações cidadãos do Mundo.
          Saudações, cidadãos do Brasil.

Tomamos mais uma vez esse site para relembrar esse dia: https://brumadinho.mg.gov.br/

Em 2019 o mundo assistiu ao segundo maior desastre ecológico da história do Brasil. Um dos maiores do mundo. O Rompimento da barragem em Brumadinho causou danos permanentes ao ambiente e à sociedade local. E também tomou a vida de 270 pessoas. A maior parte delas, trabalhadores da Vale, empresa responsável pela barragem.

Algumas pessoas consideram este como o maior acidente de trabalho da história do Brasil.

Nós não concordamos.
Não se tratou de um acidente.

Se tratou, isso sim, de uma negligência criminosa e da desumanização dos trabalhadores. Afinal, vidas humanas são mais baratas e facilmente substituíveis para quem explora a mão de obra. A segurança deve ser boa o suficiente apenas para uma eventual fiscalização. O mesmo vale para o meio ambiente.

Famílias continuam sofrendo a perda de seus entes e ainda estão sem justiça.

Aqueles que trataram com descaso os avisos de perigo continuam livres e impunes. Os executivos, que deixaram de ser réus por uma burocracia do sistema judiciário brasileiro, não devem passar uma única noite em claro pensando naqueles que morreram, mas aqueles que tem que sofrer com a dor da perda diariamente, nunca vão esquecer.

Isso nos faz lembra as 6 vítimas que continuam desaparecidas. Suas famílias aguardam até hoje a oportunidade de poder ao menos sepultar seus entes queridos. No entanto, essas pessoas são o que se tem chamado de "Os Sepultados Vivos pela Vale". Nós não esquecemos seus nomes:

             Cristiane Antunes Campos
              Olímpio Gomes Pinto
            Maria de Lurdes da Costa Bueno
            Nathália de Oliveira Porto Araújo
               Luís Felipe Alves
             Tiago Tadeu Mendes da Silva

Estes nomes deveriam estar gravados na entrada de todos os escritórios da Vale. Mas, para eles, enquanto houverem miseráveis para substituir os trabalhadores caídos, a vida não valerá nada.

Aos assassinos da Vale, e às instituições que trabalham dia e noite para garantir sua impunidade, deixamos um aviso:

O que ocorreu em Brumadinho não cairá no esquecimento!

Nós não esqueceremos.
Nós não perdoaremos.
Nos aguardem.

EterSec #Anonymous

Marcadores

EterSec

EterSec é uma célula Anonymous baseada nas ações coletivas e na diversidade. Na era da informação, não podemos nos isolar, devemos nos unir na construção coletiva de um futuro mais livre.